6.773 candidatos disputam 27 vagas para a Câmara de Marabá neste domingo

Neste domingo, dia 11 de julho, serão aplicadas as provas do Concurso Público da Câmara Municipal de Marabá, que conta com 6.773 inscritos. O certame será realizado pela Fadesp (Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa), uma das instituições mais experientes no Pará neste segmento.

Alecio Stringari, vereador que preside a Comissão de acompanhamento do concurso, alerta os candidatos para que procurem, com antecedência mínima de um dia, as escolas onde farão a prova, uma vez que a localização apontada pelo Google Maps, nem sempre corresponde com o endereço correto. 

Ele informa que os mais de 6.700 candidatos farão a prova em 199 salas de 19 escolas, com atuação de 398 fiscais. 

As avaliações terão caráter eliminatório e classificatório e serão compostas por 50 questões das seguintes disciplinas: Nível fundamental - Português, Matemática e Conhecimentos Específicos. 

Níveis médio e técnico - As mesmas do nível anterior, mas incluindo questões de Noções de Informática. 

Nível superior - Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Meio Ambiente e Conhecimentos Específicos. Para engenheiro civil também haverá itens de Matemática.

As oportunidades para quem cursou o nível fundamental são para os cargos de agente de portaria e de motorista. O salário inicial para as funções é de R$1.154,34 e R$4.092,66, respectivamente.

Já para o nível médio as chances disponíveis são para as carreiras de agente administrativo, técnico legislativo e técnico em interpretação e tradução de Libras. Além das vagas para quem tem formação técnica em Processamento de Dados e Contabilidade.

Para o cargo de agente administrativo, o rendimento mensal será de R$1.679,04, em início de carreira. Já os demais terão direito a uma remuneração de R$4.092,66 iniciais. 

E para quem cursou o nível superior, as oportunidades são para as funções de advogado e engenheiro civil. Ambos oferecem vencimentos iniciais de R$3.882,78.

Todos os profissionais aprovados cumprirão uma jornada de 40 horas de trabalho por semana. Os selecionados serão contratados por meio do regime jurídico estatutário, isto é, que garante a tão sonhada estabilidade empregatícia ao servidor.