Câmara homenageia 23 profissionais de Imprensa de Marabá

Sessão Solene realizada pelo Poder Legislativo entrega comenda de “Mérito Jornalístico” em reconhecimento ao trabalho da nova e velha geração

Uma Sessão Solene realizada na manhã desta quarta-feira, 12 de junho, pela Câmara Municipal de Marabá, entregou título de Mérito Jornalístico para 23 profissionais que atuam ou atuaram na Imprensa e na divulgação de notícias na cidade.

O presidente da Câmara, Pedro Corrêa, abriu os trabalhos e passou a presidência da sessão ao colega Nonato Dourado, apresentador de televisão e autor do projeto de criação da referida Sessão Solene em 2017. “Falar da Imprensa para a Imprensa não é fácil. Ela é conhecida como o 4º Poder e seu papel primordial é levar informação à população com precisão, de forma séria e comprometida com a verdade”, ressaltou Dourado.

Walmor Costa, chefe de Gabinete da Prefeitura de Marabá, falou em nome do prefeito Tião Miranda e disse que acompanha de perto a jornada dos profissionais de comunicação, lembrando ter visto vários terem começado sua trajetória em Marabá. Ele avaliou que a Imprensa de Marabá é “justa e correta e isso não se faz se as pessoas não forem justas e corretas”.

Outros vereadores também usaram a tribuna para exaltar o papel que os veículos de comunicação exercem em Marabá ao longo de várias décadas, rememorando profissionais que labutaram neste ofício desde a década de 1950. Gilson Dias rememorou os tempos da comunicação via “boca de ferro”, inaugurada por Romildo na década de 1970, que distribuía informação em caixa de som espalhadas pela Velha Marabá, além de João Rocha, que vendia jornais no mesmo bairro.

O vereador Ilker Moraes recordou alguns jornalistas que morreram e os que sofrem ameaças pelo seu trabalho. “Mas a verdade tem de prevalecer, doa a quem doer”.

O vereador Pedro Correa estendeu homenagem a todos os 23 indicados e justificou que os funcionários Ana Lacerda e Cláudio Pinheiro, que trabalham na comunicação da Câmara, contribuem de forma significativa para o fortalecimento do trabalho do vereador. “Não uso cargos como cabide eleitoral. Trouxe uma profissional da qualidade da Ana Lacerda. Ela não estava no meu processo eleitoral. Sentia necessidade de melhorar a comunicação da Casa, e ela está conquistando os vereadores com o belo trabalho que realiza. O trabalho dos bastidores é tão importante quanto o trabalho dos vereadores”.

Cláudio Pinheiro agradeceu aos vereadores pela comenda e disse que a Imprensa é os olhos da sociedade e que a Câmara tem respeitado isso ao longo de sua história, sendo um espaço aberto para todos os veículos que atuam neste segmento na cidade. “A Imprensa de Marabá é uma das mais responsáveis que já convivi, trabalhando de forma clara e transparente”, sustentou.

Suzana Galvão disse que tem prazer em trabalhar na Imprensa de Marabá. “Aqui, ninguém tenta tomar espaço de ninguém e todos se respeitam. Trabalhar na comunicação local é um sonho para mim. A homenagem da Câmara é um legado ao trabalho que desenvolvemos. Na Câmara, há muitas polêmicas e isso nos rende pauta no dia a dia”, lembrou.

Rui Castro, radialista e ex-assessor da Prefeitura e da Câmara de Marabá em vários momentos, avalia que trabalhar na comunicação foi coisa do destino, lembrando que começou, ainda adolescente, a trabalhar com João Chamon, em 1977. “Tive privilégio de trabalhar com muitos colegas que deixaram uma marca na Imprensa de Marabá”, disse.

Veja a lista dos homenageados: Maria das Dores Barreiros Adamy (Mary Alexandra); Manoel Miguel Casseb de Almeida; Rui Castro, Hiroshi Bogéa; Sebastião Costa da Silva; Virgílio Ribeiro Neto; James Rossi Paraguassu; José Neto Ramos de Deus; José Pereira de Sousa; James Oliveira; Magno Rodrigues Barros; Leivinha Pereira de Oliveira; Alessandro Pereira Gusmão Viana; Noé Lima da Silva; Kelia Lima dos Santos Araújo; Susana Silva Galvão; Auricélia Soledade Campos; Gecelha Sobreira da Silva; Cristiano José da Costa; Cláudio José Pinheiro Filho; Ana Cristina Pio de Lacerda; Célio Ferreira da Silva (in memoriam); e Adilson Jorge Souza Poltroniere (in memoriam).