Centenário: Câmara homenageia 100 mulheres que marcaram a história de Marabá

Festividades do centenário tem início na Câmara Municipal de Marabá

Em cerimônia festiva e bastante descontraída, a sessão solene, alusiva ao dia da mulher no centenário de marabá, realizada na noite da última quarta-feira (27), na sede do Poder Legislativo Municipal,  homenageou 100 mulheres que participaram ativamente da história de Marabá, que receberam dos vereadores, pelos relevantes serviços prestados para o desenvolvimento da cidade nós últimos 100 anos, a comenda “Mãos do Centenário”.

O critério básico era ter no mínimo 70 anos de idade, ter nascido em Marabá ou pelo menos 35 anos de atuação neste município. Foram lembradas personalidades “in memoriam”, representadas na solenidade por seu parentes, e vivas, que receberam pessoalmente a condecoração.

Júlia Rosa, presidente da Câmara, informou que aquela cerimônia era o marco inicial das celebrações do centenário, e disse ser necessário que seja feito o reconhecimento às pessoas que ajudaram a construir a cidade, os pioneiros, e de uma forma particular as mulheres. “Quero aqui reconhecer e agradecer às mulheres homenageadas, independente do seu papel em nossa história, da proporção do legado deixado, do nível social, condição econômica ou intelectual, por tudo que fizeram e pela herança que nos deixaram”, disse a presidente da Câmara.

O secretário de Agricultura, Jorge Bichara, que na ocasião representava o prefeito municipal, João Salame Neto, rememorou alguns fatos importantes na história da cidade, observando que os castanhais, que tantas riquezas trouxeram a várias gerações, estão praticamente se acabando. E parabenizou todas as mulheres ali presentes, dizendo que elas representam uma coletividade de pessoas que ajudaram na formação deste município.

O evento contou com a participação da cantora Nilva Burjack ao lado do músico Bentinho, que interpretaram várias canções, inclusive o Hino Nacional Brasileiro, e ainda para as garotas Marcela Necy Rosa Braga e Alicia Gabriela Ferraz, que juntas interpretaram o Hino de Marabá.


Após a entrega da comenda, foi oferecido aos convidados um delicioso coquetel, onde a formalidade deu lugar a um bom bate papo e gargalhadas de “velhas amigas”.