Comissão de vereadores visita o Materno Infantil

Poder Legislativo pede apuração do que houve no caso Maria Elitânia

 

Seis vereadores estiveram na tarde desta terça-feira (5) nas dependências do Hospital Materno Infantil (HMI), realizando visita à direção do centro médico. Além de pedirem um Raio X do como está o funcionamento do hospital, os edis solicitaram os prontuários de atendimento de Maria Elitânia Conceição de Sousa, 27 anos, e de seu bebê no (HMI), depois que ela passou por uma cirurgia cesariana na tarde da quarta-feira da última semana, 27 de fevereiro.

Júlia Rosa, presidente da Câmara, cobrou providências enérgicas na apuração dos fatos. “Temos de responsabilizar a negligência que houve no caso”, advertiu, observando ainda que é necessário se humanizar o atendimento no hospital. "A jovem deu entrada às 6 da manhã e só foi operada às 18 horas", vociferou Júlia.

Para Júlia, era prioritário que os servidores do Hospital apresentassem as deficiências do HMI para que se avance no serviço de saúde à comunidade de Marabá.

Pedro Corrêa (PTB) pediu à direção administrativa do hospital para que não haja corporativismo no que tange ao esclarecimento do caso Maria Elitânia. “Não estamos apenas buscando os culpados, queremos melhorar o atendimento e evitar que fatos como esse voltem a acontecer”, frisou o vereador.

Vanda Américo solicitou informações mais claras sobre a morte da mãe e filha. “Queremos saber o que realmente houve, se foi falta de material ou negligência médica para tomarmos nossas providências. Será fundamental uma investigação profunda sobre o acontecimento do último dia 27 de fevereiro”, reconheceu Vanda.

De acordo com o diretor da área clínica do HMI, obstetra Carlos Garibaldi, não houve negligência no caso Elitânia, explicando que o atendimento no hospital se dá pelo critério de prioridade e não por ordem de chegada.

Ficou agendada para à tarde de hoje, quarta-feira (6), uma reunião na sede da Secretaria de Saúde, entre o secretário municipal, Nagib Mutran e sua equipe, com os vereadores.

Participaram ainda da reunião, o diretor administrativo do HMI, Belchior Júnior; as vereadoras Irismar Sampaio e Antônia de Carvalho Albuquerque, a Toinha, e Pastor Eloi.