Ilker Moraes e Nonato Dourado tomam posse

Vereadores estreiam fazendo discurso de contribuir com o desenvolvimento do município

 

Com a galeria parcialmente lotada por seus correligionários, partidários, amigos e simpatizantes, os vereadores Ilker Moraes e Raimundo Nonato Dourado, que assumem as vagas deixadas por Irmã Nazaré e Gerson Varella, respectivamente, após o afastamento mediante decisão do juiz César Lins, da 23ª Zona Eleitoral de Marabá, receberam o apoio e foram saudados pelos seus, agora, pares. Eles cumpriram o rito natural previsto no Regimento Interno da Casa, tomando posse durante uma sessão ordinária ocorrida nesta quarta-feira, 2.

O ato solene de posse começou com o firmamento de compromisso dos novos vereadores. Em seguida, foi realizada leitura do Termo de Juramento e Posse dos vereadores, que assinaram e concordaram com seu conteúdo. Mediante a assinatura , a presidente Júlia Rosa declarou o empossamento realizado.

Júlia Rosa disse que o trabalho é árduo, mas acredita que a Câmara estará bem representada pelos novos legisladores, acreditando no compromisso, na capacidade e no empenho dos mesmos com o desenvolvimento de Marabá.

A experiente vereadora e presidente da Casa, ainda fez questão de lembrar aos novatos, que não cabe aos vereadores o poder de execução de obras, mas, sim, colaborar, fiscalizar e desenvolver maneiras que possam ajudar na vida da população, a quem eles representam, mesmo que por muitas vezes,   não se tenha esse entendimento e essa compreensão.

Por fim, Julia disse que a Câmara apenas cumpri e respeita a decisão do magistrado e, por consequência, da justiça brasileira. Em seguida, a presidente cedeu a palavra aos novos vereadores

Ilker Moraes foi o primeiro a assumir a tribuna. O vereador agradeceu a todos os presentes e demonstrou emoção ao falar aos presentes e afirmou estar entusiasmado para enfrentar as dificuldades do mandato para ajudar a população. “O município precisa trilhar novos caminhos. E esse é o papel do vereador”.

Moraes afirmou também que vai manter sempre consigo os ensinamentos de seus pais, disse que por ocasião do processo eleitoral prometeu trabalhar para o bem de todos. “Precisamos exigir urgência na solução dos problemas que massacram nossa gente Meu mandato estará sempre aberto ao diálogo. Também vou atuar na fiscalização das ações do Executivo municipal, uma das funções do vereador”, disse Ilker.

Ele prometeu ainda que deverá atuar com sabedoria para conviver com as divergências do parlamento e respeitar opiniões. “A criatividade é a saída para Marabá melhorar. Estou começando um mandato e pretendo ajudar a valorizar os servidores públicos, que considero o bem maior do município”.

Em tom filosófico, o novo vereador Ilker Moraes disse que o momento especial de sua posse pertence a muitas pessoas e ponderou que “a política é um sacerdócio, e não um negócio. Precisamos apontar para o futuro com esperança e justiça”.

Nonato Dourado, ao usar a tribuna pela primeira vez como vereador, agradeceu primeiro a Deus e sua família. Disse que pretende continuar honrando seus eleitores, atuando incansavelmente pelo desenvolvimento de Marabá, que avalia como uma cidade importante para o estado e país, lutando por seu desenvolvimento. “Em minha campanha, a credibilidade e a confiança foram preponderantes. Buscarei uma legislatura transparente, assídua, dedicada e íntegra”, ressaltou Dourado.

O  jornalista Enalteceu a celeridade da justiça do Estado, e pela seriedade no trato com a coisa pública. O Tempo em que estiver se dedicará ao atendimento da comunidade.