Irismar Araújo é eleita presidente de Fórum da Mulher Vereadora

Marabense vai presidir entidade ligada à União de Vereadores do Brasil

Durante o congresso da UVB (União de Vereadores do Brasil), entre os dias 23 a 25 deste mês, em Brasília, a vereadora Irismar Araújo Melo (PR) de Marabá, foi eleita presidente do recém criado Fórum Nacional da Mulher Vereadora. O evento reuniu parlamentares de quinze estados brasileiros, e contou com mais de setenta vereadoras de Câmaras Municipais, e escolheu a primeira diretoria executiva e suas coordenadoras.

Em novembro passado, durante a Marcha dos Vereadores/2013, foi criada uma Comissão Provisória do Fórum Nacional, que teve como coordenadora a vereadora Rafaelle Carvalho do município de Brejo (MA). Dentre as prioridades do Fórum estão a valorização da mulher vereadora, fortalecimento da UVB, as lutas contra o feminicídio, a violência contra a mulher, políticas públicas de saúde com foco na mulher, engajamento político, criação da Frente Parlamentar em defesa dos diretos das mulheres, a Lei Maria da Penha, a capacitação e qualificação das vereadoras, diretoras, assessoras e servidoras das câmaras municipais.  A composição da diretoria eleita e empossada ficou da seguinte forma: presidente: Irismar Melo (Marabá-PA); primeira vice-presidente: Sueli Guerra (Toledo-PR); segunda vice -presidente: Andressa Battisti (Campinas do Sul–RS); Terceira vice-presidente: Marilane Stuani (Concórdia–SC); Primeira secretária: Vanusa Bertoto (Salto do Jacuí–RS); segunda-secretária: Fransuila Farias (Balsas–MA); terceira secretária: Márcia Muller (Tenente Portela–RS); Assessoria de Comunicação: Clarice Moraes (Erechim–RS);

Também foi criada uma Coordenação Regional, que terá a missão de colaborar com a diretoria executiva na divulgação das atividades do Fórum.

No congresso da UVB, foram apresentadas as propostas de que a entidade irá defender na Reforma Política o teor do manifesto a ser confeccionado, propor um “referendo” e enviar a todas as Câmaras do país para saber a opinião do parlamento municipal brasileiro. Também ficou decidido que o no manifesto da UVB será proposto, de imediato, o que os vereadores do Brasil não aceitam, ficando clara a rejeição contra a proposta do mandato tampão de dois anos para as eleições a partir de 2016.

Ao usar da palavra no final do encontro, já como presidente do Fórum Nacional da Mulher Vereadora, Irismar manifestou a importância do ato e a valorização da mulher por parte da UVB, ressaltando que todas as vereadoras têm um novo desafio dentro da entidade. “O momento é de união e fortalecermos nossa luta em todos os cantos deste País”, sustentou a marabaense.

Na sessão desta terça-feira, na Câmara Municipal, a presidente do Legislativo, Júlia Rosa, destacou a atuação parlamentar de Irismar e reconheceu que ela tem sido atuante no Parlamento e fora dele, e considera que a indicação para ocupar a presidência do referido fórum é justa. “Vossa excelência representa bem este Poder e certamente terá um desempenho à altura do que o País precisa para fortalecer a atuação da mulher na esfera política”, disse.