Obrigação da apresentação do VT Card, por idosos, está suspensa temporariamente

Vinte ônibus novos devem chegar a Marabá até o final deste mês, segundo a TCA

Em reunião ocorrida na Sala das Comissões da Câmara Municipal de Marabá na tarde desta quinta-feira, 9 de agosto, entre vereadores, TCA (empresa que explora o transporte público em Marabá), Conselho Municipal de Transportes, usuários e DMTU, para tratar de assuntos relacionados à mudança no sistema de passe livre no transporte coletivo, ficou definido que a obrigatoriedade do usuário apresentar o VT Card para obter passe livre será temporariamente suspensa, para que a população posse se adequar e atualizar seu cartão.

A reunião foi solicitada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano, Obras, Serviços Públicos e Transportes. O vereador Nonato Dourado, presidente da referida comissão, iniciou a reunião falando da necessidade de melhor divulgar e dar tempo para que a população possa atualizar sua situação junto ao órgão competente para obter a gratuidade no transporte público.
Robert Alisson Rodrigues Silva, advogado da empresa TCA, disse que a suspensão será mantida e que deverá ser feita uma ampla divulgação para que os usuários procurem o DMTU para regularizar seu cadastro do passe livre.
Robert antecipou que 20 novos ônibus serão inseridos na frota de Marabá até o final deste mês. Deste, apenas quatro irão substituir os velhos, tendo um aumento de 16 novos carros para o transporte da população do município. O advogado da TCA sustentou que o terminal de integração está em fase de estudo para implantação. “Estamos também com um projeto piloto denominado ‘Cadê meu Busão?’ Com ele, o usuário poderá saber o local em que está o ônibus mais próximo e possa, assim, se planejar melhor. O projeto está em fase de teste com um grupo universitário”, revelou o advogado.
Entre os encaminhamentos da reunião, definiu-se a fixação dos comunicados nos transportes coletivos sobre a suspensão da obrigação da apresentação do VT Card e a divulgação da necessidade de procurar o DMTU para legalizar ou tirar seu passe livre.
Os usuários ainda solicitaram que a pessoa com deficiência que entre pela porta da frente do ônibus possa descer pela porta do meio, de acessibilidade para pessoas com deficiência, e que isso não seja destinada apenas para cadeirantes, mas que se aplique a todas as pessoas com deficiência. 
Os vereadores presentes foram Nonato Dourado, Cabo Rodrigo e Frank Varão. Pelo Poder Executivo estiveram presentes o secretário de Segurança Institucional, Jair Barata, e sua equipe.