Passagem da imagem de Nossa Senhora pela Câmara reúne vereadores e servidores

Evento faz parte do calendário oficial da CMM desde 2014

Cumprindo uma tradição que iniciou em 2014, na manhã desta terça-feira, 10, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré visitou a Câmara Municipal de Marabá, acompanhada do bispo Dom Vital Corbellini, padres, diáconos e outros líderes religiosos católicos da cidade. O evento iniciou às 9 horas, com recepção da imagem da Santa pelos vereadores e o presidente da Câmara, Pedro Corrêa, já no Plenário, fez apresentações das autoridades eclesiásticas e parabenizou a Diocese de Marabá pela realização do 37º Círio nesta cidade. Os cantores Sara Maria e Claudenor Peixoto também fizeram homenagem à Nossa Senhora com louvores.
O presidente também informou aos presentes que a passagem da imagem de Nossa Senhora pela Câmara iniciou em 2014, por intermédio de um projeto do vereador Miguel Gomes Filho.
Em seguida, ele passou a palavra ao bispo Dom Vital, ressaltou que esta semana antecede o Círio de Nazaré em Marabá, considerado o segundo maior do Estado, depois do de Belém. “Ano passado tivemos 240 mil pessoas participando deste grande evento de fé. Este ano, reuniremos milhares de no sábado, dia 14, e domingo 15, com a corda da berlinda maior ainda”.
O bispo sustentou que Maria coloca-se numa atitude de serviço, de acolhida, e recebeu elogios de Jesus Cristo, um hóspede em sua casa. Ele também avisou que este ano, em função da grande seca, não haverá o Círio Fluvial, o que poderia colocar em risco as embarcações e as vidas das pessoas. “Pedimos a graça da fé, da esperança e do amor, para fazer obras boas para enaltecer a Deus. Pedimos a graça da chuva, pois estamos passando período de seca. Todos têm de se conscientizar sobre a importância da água, da proteção à natureza, preservar a terra dos ribeirinhos, dos mais pobres”, clamou o Dom Vital. 
Ele também ponderou que o Círio é um movimento é inexplicável, um mistério, porque atrai milhares e milhares de pessoas. Que Deus seja louvado pelas maravilhas de Marabá”.
O vereador Márcio do São Félix disse que a vinda da imagem de Nossa Senhora à Câmara é um momento sublime e elogiou o vereador Miguelito pelo projeto que traz ao Legislativo a “Mãe de Deus”. Também parabenizou a equipe da Guarda da Santa, que faz um papel importante na procissão. “Maria foi uma ferramenta, pedimos a intercessão da mãe para alcançarmos bênçãos diante do Pai”.
O vereador Cabo Rodrigo, também emocionado, disse que como católico, crê nos milagres de Nossa Senhora e revelou que já foi agraciado com bênçãos, ao perseverar em orações e pediu que ela cubra Marabá com seu manto sagrado, livrando a comunidade da seca dos rios que se agrava. 
Marcelo Alves disse aos presentes que padres e bispos saem de todos os lugares do mundo e vêm para Nordeste e todas as regiões onde há pessoas necessitadas no Brasil. “Minha formação política passou pela Pastoral da Juventude, que contribui para a sociedade. Marabá precisa muito dos jovens neste momento, porque muitos jovens estão morrendo em função da violência. Ela é uma grande parlamentar, que ouve o povo e leva seus pedidos a Deus”, disse Marcelo.
Por sua vez, o vereador Ilker Moraes avaliou que o momento do País e do mundo é de pregar o amor, em face dos problemas sociais que dominam a comunidade. Lembrou que a violência contra mulheres vem crescendo e não respeita nem mesmo os agentes de segurança, porque a morte de policiais militares aumentou sobremaneira. “O Círio precisa ser um momento de reflexão sobre grandes problemas sociais e ambientais que temos na sociedade. Espero que Nossa Senhora nos ajude a fazer boas escolhas no processo político, para que homens mais sérios possam comandar nosso País”.
Moraes ressaltou o trabalho da Comissão Pastoral da Terra, que desempenha papel importante combatendo o latifúndio e contribuindo com os menos afortunados.
O vereador Miguel Gomes Filho, o Miguelito, elogiou Dom Vital por estar completando cinco anos na Diocese de Marabá e estimulou os demais a darem os parabéns ao bispo. Também parabenizou o padre Ademir Gramelik, um dos responsáveis pelo crescimento do Círio de Marabá há mais de uma década. Agradeceu Nossa Senhora de Nazaré e lembrou o diagnóstico de câncer que recebeu há pouco mais de um ano, atribuindo a cura à ação de Maria, mãe de Jesus.
Alecio Stringari também elogiou o trabalho missionário do bispo Dom Vital e pediu a graça de Nossa Senhora em prol da seca dos rios, para que a chuva chegue logo, trazendo renovação. 
Nonato Dourado pediu que Nossa Senhora cubra de bênçãos as pessoas de bem da cidade e sensibilize os que estão fora desse caminho, para que os rios que banham Marabá recebam as chuvas e que a violência recrudesça. 
Emocionada, a vereadora Cristina Mutran disse que toda vez que vê a imagem da “santinha” bem próxima, fica muito emocionada. “Estou segura na mão dela há 28 meses e 16 dias, desde quando perdi meu filho. Maria também perdeu seu filho e acompanhou toda a trajetória de sofrimento. Desde 24 de maio de 2015 estou segura nas mãos dela. Desde criança estudei sempre em colégio de freira e só sai para a faculdade. Sempre tive muita fé, mas agora, após a perda de meu filho, ela aumentou. Não superei a perda, guardo e vivo com ela, na fé, sempre firme. Quero fazer algo de bom pela comunidade após a perda de meu filho, por isso decidi me candidatar a vereadora. Peço a Nossa Senhora para abençoar esta Casa e os vereadores, para que trilhemos sempre o caminho certo”.