Péssimas condições da PA-150 geram cobranças na Câmara Municipal

A rodovia entre Marabá para Belém, a PA-150, vem sendo alvo de inúmeras críticas por parte dos vereadores. De acordo com eles, em muitos pontos a estrada está praticamente intrafegável, perigosa e precisando, urgentemente, ser reconstruída ou reformada.
Um dos mais críticos nesse sentido é o vereador Miguel Gomes Filho, o Miguelito. Em tom forte de reclamação, ele apresentou requerimento verbal cobrando ação do Governo do Estado para a recuperação da rodovia, considerada a mais importante do Estado. “Marabá tem quatro coisas péssimas. Uma delas é o Governo do Estado. Gente, vocês já viram como está a estrada para Belém, principalmente no trecho para Jacundá? Isso é um absurdo, eles gastaram mais de R$ 70 milhões e parece que nada foi feito. Não tem um ano que a estrada foi feita. Inclusive, existe lugar que possui sinalização nova e a estrada está em péssima qualidade”, denunciou.
O vereador Aerton Grande, residente em Morada Nova, lembrou que foi realizada uma licitação de R$ 75 milhões com um evento sendo realizado na rotatória de Morada Nova para anúncio da obra e que o recapeamento nunca avançou. “Ela nunca passou de Morada Nova até o km 41. Tá difícil de andar nessa estrada. Para onde foi a zoada de fazer o asfalto?”, indagou.
A vereadora Elza Miranda sugeriu que o colega Miguelito apresente no requerimento que a empresa que ganhou a licitação tem o dever de manter a referida estrada em manutenção. “Acho que seria uma saída importante e uma obrigação de mantê-la trafegável. A rodovia está de péssima qualidade”.
Vanda Américo foi outra que criticou a situação da principal via de ligação com a Capital, Belém. Ela destacou que a indignação é coletiva, do povo todo, com relação a essa estrada. “São assuntos importantes que precisam ser discutidos. Temos de tratar desses temas de forma urgente. Ficamos praticamente sem estrada um dia desses, porque uma estava cortada (BR-010) e a outra só buraco. Ficamos na expectativa de termos uma estrada boa para trafegar”, frisou Vanda.
Outro que discorreu sobre o assunto foi o vereador Ronaldo da 33, para quem a situação da PA-150 está mais do que crítica. “A viagem não rende e temos de saber do governo do Estado as intenções e melhorias que prende fazer. Precisamos ir a Belém cobrar essas questões”, finalizou o parlamentar.