Primeiro semestre de trabalho tem saldo positivo

Recesso parlamentar vai até o dia 31 de julho

Após os 6 primeiros meses de trabalho da nova legislatura da Câmara Municipal de Marabá, na avaliação dos vereadores, houve um saldo muito positivo. Um relatório foi confeccionado e deu um pouco do panorama do intenso trabalho desenvolvido durante esse período.
O presidente da Câmara Pedro Corrêa enfatizou que o Poder tem se dedicado às pautas de grande relevância para o município, mas sem esquecer de tratar das nuances que fazem parte da administração pública. O presidente também citou que a Câmara tem se debruçado em ajudar o município à retomar seu crescimento e credibilidade, voltando a gerar emprego e gerando recursos para serem investidos em serviços públicos à sociedade.
Durante esse primeiro período da primeira sessão legislativa a Câmara Municipal de Marabá realizou 27 sessões ordinárias, 04 solenes, 01 preparatória, 02 extraordinárias e 01 comemorativa. Durante esse tempo ainda foram realizadas mais de 70 reuniões nas Comissões do Poder legislativo, esses encontros, tem sido de grande valia, na avaliação dos vereadores, por se tratar de reuniões mais técnicas e com um debate mais amplo e específico.
Nesses 6 meses o Poder legislativo também vem mantendo reuniões periódicas com os secretários municipais, afim de que cada pasta apresente seu planejamento e ações que serão desenvolvidas durante a atual gestão. Diante disso, os vereadores têm em mente criar mecanismos que proativos para o desenvolvimento e a eficácia dos serviços prestados pelo Poder Público municipal.
Sobre as deliberações em plenário, foram apreciadas pouco mais de 1000 matérias até esse momento, exatamente 1006 proposições passaram pela avaliação dos vereadores. 
Alguns pontos foram amplamente debatidos na Casa, e tiveram atenção especial dos edis. Temas como a leishmaniose visceral, que vem assolando a cidade e causando transtorno à comunidade, teve grande empenho da Câmara para que houvesse uma ação no combate. Foram realizadas várias reuniões, juntamente com os órgãos responsáveis até a criação de uma frente de trabalho específica no combate da doença.
Foi devido, também, a uma intermediação e discussão da Câmara, juntamente com o prefeito, que se deu montou um cronograma e criou-se um início de pagamento dos salários atrasados, ainda da gestão anterior. 
O projeto que alterou o PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) dos servidores em educação pública de Marabá foi o projeto que teve a a maior discussão na atual legislatura. Foram realizadas dezenas de reuniões com todos os envolvidos, e um debate amplo foi realizado até a aprovação final do projeto. Que durante seu percurso na Casa sofreu várias modificações, que mantiveram garantias e benefícios aos professores.
Além disso foram realizadas reuniões com a empresa Vale e Caixa, para que ambas apresentassem um espelho dos recursos que Marabá disponibiliza para investimentos em obras e serviços para a comunidade. A Câmara também manteve reunião com a Celpa e a prefeitura para a verificação da situação e do planejamento para a melhoria da iluminação pública na cidade. Entre tantos outros assuntos que foram pautados pelos vereadores que beneficiam e atingem diretamente a vida da população.
No dia 1 de julho tem início o recesso legislativo da Câmara, momento em que cessam as sessões, mas que vereadores e servidores legislativos continuam os serviços no atendimento à comunidade. No dia 1 de agosto os trabalhos retomam sua atividade normal, e a sessões retornam já na primeira terça-feira do mês.