Secretário Pádua virá à Câmara dar explicações sobre obras paradas

Após queixas sobre qualidade de obras, vereadores cobram explicações do Executivo

Depois de reclamações de vereadores em sessões seguidas sobre a qualidade das obras de asfaltamento que estão em andamento no município e o fato de muitas delas estarem paralisadas, o vereador Guido Mutran disse que pediu para o secretário municipal de Obras, Antônio de Pádua, vir à Câmara no dia 5 de novembro de novembro próximo, inclusive com representantes de empresas que estão realizando obras na cidade.

“Ser vice-líder do governo não me faz ser cego e mudo. Já pedi para o secretario de Obras vir aqui com todos os representantes de empresas para discutir sobre as medidas e os projetos que estão em execução em Marabá. Convoquei também o secretario de Educação, Pedro Souza, para passar a limpo e esclarecer à população sobre as obras de escolas que estão paralisadas ou em andamento. “Eu quero que cada empresa que tem negócios com a prefeitura esteja presente na reunião para esclarecermos tudo sobre as obras em Marabá”, disse Pedro Souza.

O vereador Ronaldo Yara já tinha feito denúncia sobre a má qualidade de obras de asfaltamento que estão em execução no município, fruto de um empréstimo de R$ 52 milhões que a Prefeitura contraiu junto à Caixa Econômica Federal com autorização da Câmara Municipal. Yara pediu à Mesa Diretora da Casa a criação de uma comissão especial para acompanhamento das obras em andamento e ainda a contratação de um engenheiro civil para dar suporte ao trabalho dessa comissão.

A vereadora Vanda Américo, repetidas vezes, tem explorado esse assunto em seus pronunciamentos na tribuna da CMM nas últimas semanas, criticando obras paralisadas em várias ruas e pedindo para que a Mesa Diretora agende uma reunião com o prefeito João Salame para discutir os motivos das paralisações e ainda exigir a retomada das obras imediatamente, uma vez que o empréstimo foi tomado, o dinheiro está na conta da prefeitura e tem prazo para começar a pagar. “Não podemos assistir, de braços cruzados, a população reclamando de obras paradas e lixo sem ser coletado e nós sem fiscalizarmos e exigirmos uma solução por parte do prefeito”, disse a vereadora na sessão da última terça-feira, dia 28.

Diante do pedido dos vereadores, os dois secretários e representantes das empresas virão à Câmara na próxima sessão ordinária da Câmara, agendada para o dia 5 de novembro.