Selo alusivo ao centenário é lançado no plenário da Câmara

Produto pode ser adquirido nos Correios e em breve em várias lojas da cidade

Dando continuidade as comemorações relativas ao centenário de Marabá, a Câmara Municipal, em conjunto com a Prefeitura e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, em uma ação inédita, realizaram na noite desta terça-feira (2), o  lançamento dos selos personalizados alusivos aos 100 anos de Marabá, perpetuando, dessa forma, a relevante história do município.

Júlia Rosa, presidente da Câmara Municipal de Marabá, lembrou da responsabilidade de quem faz a história desse município e ressaltou que este selo perpetua e simboliza os 100 anos da cidade, além de retratar um pouco dos pioneiros. Para ela, é importante que as futuras gerações saibam e reconheçam a história do município e lutem, por transformações como a verticalização mineral e o futuro Estado de Carajás.

selo 1

Júlia explicou, também, que o selo do Poder Legislativo é uma imagem do novo prédio da Câmara, trazendo à tona toda a  transpiração dos vereadores das legislaturas envolvidas na edificação e aparelhamento do prédio. “Esse espaço público foi construído, praticamente todo, com recursos próprios da Câmara”, ressaltou a presidente, lembrando do importante papel do poder legislativo ao longo da história no desenvolvimento de Marabá.

Paulo Bezerra Sales, diretor regional dos Correios no Pará, referiu-se aos investimentos dos Correios em Marabá dizendo que a empresa tem se dedicado à melhoria dos serviços oferecidos à população. “Até o final do ano, teremos mais uma agência dos nesta cidade, além de reformar a já existente”. 

Bezerra explanou, também, que Marabá será o centro de distribuição dos Correios para a região sul e sudeste do estado do Pará. “Construiremos um complexo de distribuição dos Correios na cidade e o novo espaço será denominado de Agência Carajás”, informou o diretor.

João Salame Neto, prefeito de Marabá, prevê que daqui a 200 anos haverá colecionadores com os selos do centenário marabaense, perpetuando a memória e  colocando o município no roteiro das grandes cidades.

Salame disse ainda que Marabá vive um novo tempo, onde fatos relevantes e os que não recebem tanta importância, serão lembrados pelo atual governo.  Ele explicou que acertou com os Correios para que os logradouros de Marabá recebam endereçamento correto e visível, resolvendo, dessa forma, grande parte dos problemas históricos das folhas da Nova Marabá e das invasões em vários cantos da cidade.

Cada selo passa a fazer parte do acervo iconográfico, bibliográfico e histórico dos Correios, além de compor coleções de filatelistas de todo o mundo, lançando e eternizando um pouco da biografia centenária de Marabá.