Toinha pede que município faça convênio para cirurgias eletivas

Diante da falta de estrutura do Centro Cirúrgico do HMM, vereadora sugere parceria com hospitais particulares

A vereadora Antônia Carvalho, a Toinha do PT, sugeriu ao Executivo Municipal na sessão desta quarta-feira, dia 6, que o município de Marabá, através da Secretaria Municipal de Saúde, volte a firmar convênio com clínicas e hospitais particulares de Marabá para cirurgias eletivas, uma vez que o Centro Cirúrgico do Hospital Municipal (HMM) encontra-se em reforma que deverá durar vários meses.

Toinha alerta que centenas ou talvez milhares de pacientes estão aguardando por cirurgias desde o governo anterior e alguns casos tornaram-se preocupantes e as pessoas não têm como custear cirurgias na rede privada. “Temos pelo menos três hospitais privados que têm condições de atender situações mais urgentes de cirurgias eletivas que podem ser atendidas por essa rede”, disse Toinha.

A vereadora Vanda Américo (PSD) apoiou a sugestão da colega e disse que o município deve, sim, buscar apoio nos hospitais particulares para realizar as cirurgias eletivas. Ela lamentou a situação de abandono do Centro Cirúrgico do HMM nos últimos quatro anos e pediu celeridade nas obras que estão em andamento no Hospital Municipal.

Por sua vez, o vereador Pedro Correa, o Pedrinho (PTB), que já foi secretário municipal de Saúde, advertiu que os hospitais particulares, em geral, celebraram convênio com o município durante sua gestão, mas quando começaram a ser fiscalizados pela Vigilância Sanitária passaram a cortar convênios de algumas clínicas médicas. “Vamos celebrar convênio sim, mas não podemos deixar de cumprir o papel de fiscalizador”, opinou.