Vanda Américo quer estrada que ligue Marabá ao projeto Salobo

Vereadora defende construção de via que ligue região do Rio Preto até a mina do Salobo

Durante a sessão ocorrida nesta terça-feira,12, a vereadora Vanda Américo usou a tribuna para informar que durante a passagem de comitiva de secretários de Estado e do vice-governador do Pará, Zequinha Marinho solicitou junto ao grupo para que o Governo do Estado possa construir ou cobrar da Vale a construção de uma estrada que ligue a sede do município de Marabá ao projeto mineral Salobo, da mineradora Vale.

Vanda afirmou que é fundamental para Marabá ter uma ligação direta com o projeto Salobo e disse ainda que as licenças e isenções da Vale vencem em julho, e ela terá de sentar com o Governo para debater as renovações. “A Vale vai ter que sentar com o Governo do Estado pela primeira vez agora porque vai vencer as licenças e isenções, e a empresa só procura quando ela precisa, porque promete e não cumpre. Esta questão da Vale é fundamental, pois a ligação entre Marabá e o projeto Salobo é crucial, sendo a única mina que nós temos com a Vale operando atualmente”.

A vereadora advertiu que a falta de estrada entre a sede deste município e a mina do Salobo contribui para que os empregos naquele projeto sejam muito mais de moradores de Parauapebas do que de Marabá. A saída seria construir uma ligação entre a estrada do Rio Preto e a sede do Salobo.

“Dessa forma a comunidade do Rio Preto  vai poder escoar melhor sua produção, e os colegas de Parauapebas concordaram com a gente porque eles dizem que no momento em que sair a nosso estrada, com o acesso direto à mina, eles passam a não ser mais final de linha. Isso foi uma das questões colocadas para que o Estado, por intermédio da Secretaria de Produção, viabilize nesse momento de negociação com a empresa, agora em julho”, disse.

Por fim, Vanda Américo disse que a Câmara tem que criar uma comissão para participar das discussões ao lado do Governo do Estado com a Vale sobre as renovações de licenças e isenções. “Eu quero dizer que vamos constituir uma comissão nesta Casa para participarmos efetivamente junto com a Secretaria de Desenvolvimento. Temos de apresentar as prioridades para a nossa cidade e os nossos incentivos fiscais. Precisamos saber o que está vindo para Marabá, pois precisamos de mais investimentos”, finalizou Vanda.