Vereador declara oposição ao prefeito

Sidinei não vê avanços na gestão do município

 

Primeiro a se declarar de oposição na Câmara, o vereador José Sidinei Ferreira da Silva (PSDB), o Sidinei, teceu, na sessão desta quarta-feira (08), duras críticas ao comportamento da atual administração municipal. De acordo com ele, a saúde do município piorou em relação à última gestão. “Estão dizendo que o atendimento nos hospitais melhorou, mas em quê?”, questionou Sidney.

Para ele, é necessário que a Câmara convoque uma reunião com o atual prefeito e o secretário de saúde, Nagib Mutran Neto (PMDB), para debater os rumos que a saúde vem tomando em Marabá.

Ele revelou ainda que é oposição ao governo municipal. “Nunca pedi nada ao prefeito, fui eleito para defender os interesses do povo, e o que está acontecendo é que estão brincando de prefeitura”, esbravejou o oposicionista.

Vanda seguiu a mesma linha de raciocínio, mas, dizendo que é primordial o diálogo. “Temos que saber o que está acontecendo, por que o governo não reage?”, cobrou Vanda.

Para ela, é importante que a reunião entre o Poder Executivo e a Câmara tenha a maior brevidade possível, vontemporizando que a hora não é de apenas atacar, mas, sim, de tentar ajudar o governo a tomar o caminha certo, buscar soluções que possam viabilizar o crescimento de Marabá.

Segundo Gilsim Silva (PP), o prefeito está tentando arrumar a casa, e vê muitos avanços na atual administração. “Não podemos cobrar que seja resolvido em 4 meses os descasos de 4 anos”, afirmou.

A presidente da Câmara, Júlia Rosa (PDT), disse que a gestão do município vem pagando a conta da administração passada.  Para ela, muitos avanços, por maior que seja a dificuldade, já foram obtidos nesse curto período de governo Salame. Ela enumerou a limpeza urbana; a atuação da Secretaria de Obras no que diz respeito a limpeza de bueiros e na atuação paliativa nas vias da cidade e nos bairros periféricos, além da matrícula recorde de alunos na rede pública de ensino.

Segundo Júlia, a Câmara deve formalizar um documento com reivindicações de melhorias, no que diz respeito ao enfrentamento do problema da saúde em Marabá. “Não adianta apenas esbravejar, temos que propor, faz parte do papel do vereador ajudar na busca de solução para os problemas do município”, finalizou.