Vereador Leodato pede reabertura de guseiras no DIM

Presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Mineração da CMM estará à frente de reunião com empresários de Marabá e Açailândia

Há mais de três meses empenhado na busca de uma solução para a reabertura das guseiras do Distrito Industrial de Marabá, que fecharam as portas desde 2008 até este ano, o vereador Leodato da Conceição Marques, presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Mineração da Câmara Municipal, tem participado de várias reuniões com empresários de Marabá e Açailândia, município onde as siderúrgicas conseguiram manter-se no mercado, gerando emprego e renda.

Depois de duas reuniões com empreendedores ligados à Associação Comercial e Industrial de Açailândia, Leodato conseguiu agendar uma reunião de trabalho entre os empresários da cidade maranhense e os de Marabá, a qual vai ocorrer na Sala das Comissões da Câmara nesta sexta-feira, dia 16.

Segundo Marques, a estratégia de trabalho do grupo de Açailândia envolveu três etapas, que deverão ser seguidas como cartilha em Marabá. Na primeira, os empresários se reúnem e elencam todos os problemas que impedem o setor de voltar a funcionar.

Na etapa seguintes, o grupo vai lutar pela viabilidade do projeto e competitividade do gusa, negociando com a mineradora Vale um valor mais baixo do produto. Isso é possível de acordo com a experiência dos empresários maranhaenses, contando com subsídio da Vale.

A terceira etapa terá um caráter mais político, buscando o destravamento da burocracia junto ao governo do Estado para concessão das licenças ambientais e de outras medidas para que as empresas voltem a operar. “Precisamos encontrar uma saída para a fonte energética das guseiras. Para isso, elas precisarão de um tempo para alcançarem a auto-sustentabilidade”, destaca Marques.

Para a reunião desta sexta-feira foram convidados empresários marabaenses, deputados federal estaduais, representantes do governo municipal, além dos vereadores deste município.