Vereadores entregam pedido por cursos de Zootecnia e Medicina veterinária a vice-reitor da Unifesspa

João Weyl elogia comprometimento da Câmara e diz que universidade vai analisar proposta

Uma comissão de vereadores da Câmara Municipal de Marabá entregou na tarde desta quinta-feira, 11, ao professor João Weyl, vice-reitor da Unifesspa, um requerimento solicitando a ampliação dos cursos de nível superior em Zootecnia e Medicina Veterinária da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Unifesspa, em razão da vocação da região e da necessidade de aumento de demanda por profissionais das áreas, devido ao grande crescimento e fortalecimento do agronegócio na região.

A comissão de vereadores foi por Miguel Gomes Filho, o Miguelito, presidente da Câmara Municipal de Marabá; Antônia de Araújo Albuquerque, a Toinha do PT; presidente da Comissão de Educação da Câmara; e pela vereadora Vanda Américo.

Ao usar a palavra, Vanda Américo disse que essa foi uma provocação do Sindicato dos Produtores Rurais, e que pela vocação da região, existe uma grande demanda por profissionais da área para atender os produtores. Vanda ainda enfatizou que Marabá possui um dos maiores assentamentos do país, além de contar com um grande rebanho. “No momento em que está sendo definida a grade curricular, a Câmara pede que seja revista e definida a inclusão desses cursos para Marabá”, disse Vanda.

 O vice-reitor da Unifesspa, João Weyl, disse que ações dessa natureza são positivas e que é papel da sociedade e dos agentes públicos debaterem os rumos e projetos a serem executados pela universidade. Contudo, João disse que a Unifesspa segue um cronograma de implantação de cursos, já debatido e analisado pela direção a nível nacional, obedecendo a ideia de difundir e multiplicar a universidade por toda a região. “Esse é o primeiro passo. Vamos, logicamente, analisar o pedido”.   

João Weyl lembrou também que para instalação de novos cursos é preciso que haja previsão orçamentária, por demandarem uma série de investimentos a serem feitos.

O vice-reitor revelou que já existe discussões internas na Unifesspa sobre o oferecimento de Zootecnia em Marabá, mas que Medicina Veterinária é a primeira vez que a universidade recebe esse tipo de provocação da sociedade.

Vanda Américo frisou que a Câmara sabe que esse tipo de ação não acontece de uma hora pra outra, e que é necessário se percorrer um longo caminho de discussões, mas que o Poder Legislativo acredita que esse é o primeiro passo, para que, no futuro, se consiga os cursos para Marabá.

Finalizando, o presidente da Câmara, Miguelito, disse que atitudes como essa não são novidades na Câmara de Marabá, e que em outras oportunidades os vereadores já lutaram e conseguiram que alguns cursos fossem implantados em Marabá.