Vereadores Gilsim Silva e Gerson do Badeco pedem melhorias em praças públicas

Praça São Francisco e a Francisco Coelho precisam passar por reformas urgente

O parquinho infantil da Praça São Francisco, no bairro Cidade Nova, deveria estar interditado há um bom tempo. A opinião é do vereador Gilsim Silva (PP), que usou a tribuna da Câmara ontem, quarta-feira, 8, para dizer que as crianças que ainda utilizam aquele parquinho  correm risco permanente de acidente porque uma parte do emadeiramento está quebrada e o parque ameaça cair.

Gilsim disse que depois que recebeu várias reclamações de pessoas da comunidade do núcleo Cidade Nova, foi ao local e comprovou que a situação era pior do que a descrita. Por conta disso, ele fez várias fotografias, conversou com vendedores ambulantes ali perto e decidiu pedir, através de um Requerimento, que o Executivo faça a interdição do local para que nenhuma criança utilize mais os brinquedos e promova uma reforma em caráter de urgência.

Para Gilsim, as praças e jardins de uma cidade servem como área de lazer, convivência e descanso para a população, sendo que a manutenção desses espaços é de extrema relevância para o município. “Estou solicitando a reforma do parque da Praça São Francisco porque ele coloca em risco iminente as crianças que o utilizam”, adverte.

Ele lembra que a praça é utilizada por grande parte da população marabaense, principalmente por famílias que escolhem o local como ponto de encontro e para a diversão de seus filhos, sendo de suma importância a reforma do mesmo.

Para Gilsim, a praça tem importância histórica e deveria tornar-se um cartão postal deste município. Além disso, a praça serve de espaço de lazer para jovens, crianças e adultos.

Outras praças

Outra praça que preocupa é a Francisco Coelho, no bairro Cabelo Seco. O vereador Gerson do Badeco (PHS), atendendo aos anseios dos moradores daquele bairro ingressou com Requerimento na Câmara pleiteando por melhorias para a Praça Francisco Coelho, dada a sua importância histórica. “Ela deveria tornar-se um cartão postal deste município. Mas além disso, serve como espaço de lazer para jovens, crianças e adultos, não esquecendo também, que ali é comemorado todos os anos o aniversário da cidade, pois foi lá que tudo começou e não deveria ser esquecido pelo poder público”, advertiu.