Vinte mulheres são homenageadas em Sessão Solene

Poder Legislativo concede título de Cidadã Marabaense e comendas “Miriam Chaves” e “Beta Moreira” a personalidades do município

Na noite desta quarta-feira, dia 13, a Câmara Municipal de Marabá realizou Sessão Solene para homenagear 20 mulheres com reconhecido destaque na sociedade local. O evento contou com o Plenário da Câmara totalmente lotado e foi marcado por discursos expressivos. 

Fazendo parte do calendário anual da Câmara Municipal de Marabá, a Sessão Solene alusiva ao Dia Internacional da Mulher é um reconhecimento do Poder Legislativo de Marabá às mulheres que lutam no dia a dia por uma sociedade e cidade mais humanas, igualitárias e dignas de se viver.
Alterando a normalidade de condução de uma sessão, a Mesa Diretora dos trabalhos foi composta apenas por mulheres e presidida pela vereadora Irismar Melo, contando ainda com as vereadoras Cristina Mutran e Priscila Veloso, além de Cláudia Araújo, coordenadora do Centro Social Liberdade; Thais Dias Borges, representante da OAB Subseção-Marabá; Inácia Meire Rolim, secretária de Finanças de Marabá e Nadjlalúcia Oliveira, secretária de Assistência Social de Marabá.
Priscila Veloso, vereadora que preside a Comissão do Direito das Mulheres da Câmara, lembrou que a sessão é um momento especial, onde são escolhidas mulheres que trabalham e fazem a diferença no município. Ela ainda destacou a discriminação e o preconceito que a mulher sofre, além da grande violência no país. “Em cada mulher me sinto representada, pela luta de vocês”.
Thais Dias Borges Martins disse que é uma honra representar uma instituição que luta pelos princípios constitucionais e a igualdade dos cidadãos, como a OAB e que a Ordem tem estado vigilante em relação à garantia dos direitos dos cidadãos.
A vereadora Cristina Mutran lembrou que a colega Irismar Melo foi a autora do projeto de resolução que criou a Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, e que as três vereadoras que compõem o Legislativo municipal lutam, igual e incessantemente, pelos direitos da Mulher. “Comemoramos hoje, nesta sessão, o Dia Internacional da Mulher. Muitas conquistas conseguimos, com a participação e luta da mulher, mas muito ainda precisa ser feito”, reconheceu.
Cristina rememorou algumas conquistas, como o direito ao voto e à participação nos processos eleitorais. Contudo, a vereadora expôs que existe um quadro de violência cada vez mais crescente em relação à mulher. “A rede de proteção precisa cada vez mais do apoio das autoridades”.
A secretária de Assistência Social, Nadjalúcia Oliveira, destacou os avanços para a mulher via poder Executivo. “Temos a Coordenadoria da Mulher, que atende a mulher vitimizada, além de um Conselho específico e um veículo para atender casos relacionados à Lei Maria da Penha”.
Irismar Melo disse que muitas mulheres desenvolvem um trabalho de caridade e silencioso por Marabá. Lembrou que as mulheres fazem a diferença no dia a dia, mesmo sem estar em altos cargos, e pediu para que continuem na luta. Ela ressaltou que a mulher tem capacidade para ter um papel protagonista para transformar a sociedade e assumir os mais altos cargos e áreas de atuação nos segmentos sociais. “Precisamos nos levantar e nos unir, sermos solidárias umas com as outras, termos sororidade”.
Em seguida as homenageadas receberam, uma a uma, suas condecorações das mãos dos vereadores.
Socorro Lacerda, que recebeu a Comenda “Miriam Chaves”, falou que a homenagem também é por todas as mulheres que lutaram e fizeram a diferença para que outras pudessem ter maior vez e espaço na sociedade.
A enfermeira Dármina Duarte, condecorada com o título de Cidadã Marabaense, frisou que a saúde para ela não é mera profissão, mas algo que se faz por amor. “Se não for assim, a gente não fica. Ela aparenta ser uma profissão ingrata, mas a gente trabalha com a ajuda de Deus. Cumpri minha missão na Secretaria Municipal de Saúde e quem está lá dentro sabe das dificuldades e das lutas. Agradeço ao meu esposo que sempre esteve ao meu lado em todos os momentos, assim como os meus filhos”.
Lista das homenageadas:
Ana Maria Milhomem, Antônia dos Santos Martins Guimarães, Ellen Máxima Nunes do Nascimento, Francisca Alves de Freitas, Francisca Matos Gonçalves, Luciana do Socorro Trindade Oliveira Nascimento, Maria dos Santos, Maria Margareth dos Santos Carneiro, Marlene Oliveira da Rocha, Socorro Lacerda, Edineia Eleres, Gleide Borges Hartuique, Jardelina de Moura Casais, Leila da Penha Costa, Leudivan Nazaré de Menezes Mendes, Sônia Maria de Sousa Lima, Alda Maria da Silva Carvalho, Antônia Cândida da Silva, Dármina Duarte Leão Santos e Júlia Maria Godinho da Cruz Marinho.