Emendas dos vereadores são redirecionadas para saúde e assistência social

Diante do avanço do novo coronavírus e o impacto que a covid-19 está causando na população de Marabá, com centenas de pessoas adoecendo, os 21 vereadores da Câmara Municipal se uniram e realocaram suas emendas impositivas, com foco principal para a saúde, mas também para a Assistência Social.

Do total de R$ 5.071.710,42, os vereadores destinaram R$ 3.145.880,00 para a Secretaria de Saúde utilizar no combate à pandemia do coronavírus. Por outro lado, R$ 1.925.830,42 foram redirecionados para a SEASPAC (Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários), com o objetivo de assistir às famílias que estão passando necessidade no município porque perderam a condição de trabalho.

Os valores destinados à saúde serão utilizados para compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), testes rápidos e pagamento dos servidores. O presidente da Câmara, Pedro Corrêa, elogiou a postura de todos os colegas vereadores, que foram sensatos em remanejarem os recursos para uma necessidade urgente e inadiável. “Todos os vereadores estão mobilizados em apoiar o Poder Executivo neste momento incomum. São mais de R$ 5 milhões em recursos, parte dos quais seriam aplicados em outras áreas também importantes. Todavia, a saúde da população não pode esperar”, reconhece Pedrinho Corrêa.
Nesta quinta-feira, 14 de maio, inclusive, uma comissão de vereadores participou da cerimônia de entrega, pela Vale, de 19.200 testes rápidos e milhares de EPI’s, doados à Secretaria Municipal de Saúde por solicitação dos Poderes Legislativo e Executivo em conjunto.