Comissão de Esportes da CMM discute reforma do Parque São Jorge

A Comissão Permanente de Educação, Turismo e Desporto da Câmara Municipal de Marabá promoveu uma ampla reunião com representantes do Poder Executivo e de desportistas da região do Bairro Liberdade para discutir a reforma do tradicional campo de futebol conhecido como “Parque São Jorge”, a única praça esportiva daquele complexo. A reunião ocorreu na Sala de Comissões da Câmara, na tarde da última terça-feira, dia 16 de setembro.

Coordenada pelo vereador Marcelo Araújo, a reunião contou com a participação dos secretários municipal de Obras, Fábio Moreira; de Esporte e Lazer, Thyago Ferraz; e o secretário adjunto de Agricultura, Marcos Paulo.

Fábio Moreira, secretário de Obras, explicou que houve duas licitações para realização da reforma do Parque São Jorge, mas não conseguiu empresa com acervo técnico, que comprovassem que já tivessem realizado obra do mesmo porte. “O plantio de grama é específico e poucas empresas executam esse tipo de trabalho”, disse ele.

Fábio lembrou a primeira reforma realizada no Parque São Jorge, com pessoas que não respeitavam as obras que estavam sendo executadas. “Agora, a reforma vem de emenda do vereador Marcelo Alves, no valor de R$ 350 mil. Replantamos toda a grama do estádio de Morada Nova, que foi executada pela própria prefeitura. No Parque São Jorge, precisamos avaliar o que desejamos com os recursos que temos. Um dos dilemas é a rede de drenagem. Depois, é preciso cuidado e saber usar. Não é só preciso molhar, mas também adubar periodicamente”, advertiu.

Thyago Ferraz, secretário de Esporte, falou do papel da Semel na gestão dos campos públicos de Marabá e disse que é preciso cuidar da irrigação e adubação para manter o gramado sempre em condições de jogos. “Além disso, é necessário controlar a quantidade de jogos nessas praças esportivas, como estamos fazendo com outros campos, como o Zinho Oliveira”, orientou.

Os desportistas também opinaram sobre a reforma que será executada e deram várias sugestões para que a comunidade seja orientada a ajudar na manutenção do campo, que serve bastante com aulas de futebol para crianças, torneios para adultos e até mesmo com água por meio de seu poço artesiano.

Por fim, ficou definido que a reforma deverá iniciar na primeira quinzena de outubro próximo, com execução pela própria Prefeitura de Marabá, devendo durar entre dez meses a um ano. O Parque São Jorge será transformado em Arena Parque São Jorge. “Vai demorar um pouco por causa do período das chuvas. Mas nesse período, a Sevop vai, também, subir a altura do gramado para não alagar. A Secretaria de Agricultura vai cuidar em instalar um sistema de drenagem das águas pluviais, melhorando as condições em relação à atual. Também serão realizados reparos de elétrica, rebaixar o muro do fundo para colocar tela e possibilitar que as pessoas acompanhem os jogos do lado de fora”, explica o vereador Marcelo Alves.

Depois que o campo for entregue à comunidade, a Prefeitura vai elaborar um Plano de Gestão do mesmo, com conscientização da população que reside aos arredores para não permitir que haja depredação do patrimônio público. Além disso, haverá uma pessoa específica para tomar conta da nova arena, como ocorre com os campos Piçarrão, Morada Nova e o Zinho Oliveira.